terça-feira, 29 de junho de 2010

Dor em dia de festa no Progresso

Acidente matou Rudinei Bernardi no dia em que ele completava 25 anos

BLUMENAU - Os gritos de celebração ao terceiro gol brasileiro vindos das residências da Rua Carlos Gomes, Bairro Progresso, foram sufocados ontem à tarde por prantos desesperados. Era choro de inconformismo do casal Lezide e Ademir Bernardi ao ver Rudinei, o único filho, estirado no chão, ensanguentado e sem vida, no dia em que completava 25 anos. Havia apenas três horas que ele tinha tirado da loja a moto recém-comprada, uma Broz vermelha, um desejo antigo, programado para ser adquirida no aniversário.

Jovem estava a caminho de casa quando se acidentou

Foi a 26ª morte no trânsito de Blumenau neste ano, a 21ª envolvendo motociclistas. O acidente aconteceu às 15h40min. Conforme testemunhas, Rudinei teria perdido o controle na descida do morro e batido na lateral de outra moto, conduzida por Roberto Reversi, 34 anos, que subia a rua. Rudinei foi ao chão. Antes dele, o capacete, que estava frouxo, caiu e não protegeu a cabeça do motociclista. A morte foi instantânea, causada por traumatismo craniano.

– Há um mês ele contava ansioso que teria a moto. Também estava feliz porque seria promovido no trabalho. As coisas estavam acontecendo para ele – conta desolado o amigo Edson Kuestner, 34 anos.

Antes de se chocarem, o destino de Rudinei e Roberto era o mesmo de muitos blumenauenses. Tinham saído do trabalho e pretendiam ir para casa assistir à partida da Seleção. A vontade de chegar em casa rápido ajudou a elevar o número de acidentes ontem. Apenas durante a partida com Chile, outros dois acidentes graves foram registrados pela Guarda Municipal de Trânsito nas ruas Bahia e Progresso, além de colisões com danos materiais.

   Jovem se acidentou às 15h40min de ontem na Rua Carlos Gomes...8487326                    ...e morreu no local vítima de traumatismo craniano8487327 Jornal de Santa Catarina – Reportagem - CRISTIAN WEISS

5 comentários:

Anônimo disse...

Imprudência...

Anônimo disse...

nao foi imprudencia... foi uma fatalidade!!!!

Anônimo disse...

Ele sempre foi cuidadoso, foi realmente uma fatalidade!Deus o quis ao lado dele...E só quem convivia com ele pra saber como ele era, os cuidados que tomava!

Leandro disse...

o meu amigo fique com Deus e que lá onde esteja continue olhando por nós, "batatinha" um apelido que muitos amigos conheciam, um abraço meu amigo que seja para sempre.

Lilian disse...

com certeza uma pessoa muito querida por todos,que deixará muita saudade, mas vai ser eterno em nossos corações.Fica com Deus.