quinta-feira, 29 de julho de 2010

Sobe para 22 o nº de prisões em operação contra pedofilia

Mais um homem foi preso em São Paulo nesta quinta-feira, pela Polícia Federal, acusado de manter em casa material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes. Com a prisão, sobe para 22 o número de presos na Operação Tapete Persa, realizada terça-feira em dez Estados e no Distrito Federal. Foi a maior ação ocorrida no país contra pedofilia na internet.

A PF também identificou oito crianças, entre 6 e 11 anos, que foram vítimas dos pedófilos. Elas foram encaminhadas para centros de atendimento psicológico e serão acompanhadas.

Na investigação, baseada num trabalho da polícia alemã ocorrida no final de 2008, a Polícia Federal identificou homens --alguns idosos-- que, além de manter e difundir imagens de sexo explícito de crianças, crime previsto no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), também aliciavam e abusavam de menores de idade.

Quando a operação foi deflagrada, foi encontrado no computador de um dos presos fotos dele abusando sexualmente de um bebê de seis meses.

ARARAQUARA

A operação também prendeu um coronel reformado da Polícia Militar de Araraquara (273 km de São Paulo). A assessoria da PF confirma que na lista das 22 pessoas presas há um policial aposentado, mas não disse onde ele foi preso.

Segundo apurou a Folha, o coronel teria, em sociedade com a mulher, uma casa noturna na cidade voltada ao público gay. A reportagem tentou contato pelo número de celular deixado no blog da boate, mas ninguém atendeu.

Na região, foram presas quatro pessoas, uma em Ribeirão Preto (313 km de SP) e três em Araraquara.

Folha.com.br

Mais notícias: http://bit.ly/bplp50

Nenhum comentário: